NOTÍCIASNotícias

Voluntariado: comprometimento com o outro

18.04.2016

Programa da PUCRS conta com cerca de 160 envolvidos

“O voluntariado é uma via de mão dupla. Por mais vulnerável que seja uma situação, duas pessoas sempre terão algo para ensinar e aprender”. É assim que a agente de pastoral Tania Regina Azambuja de Souza define o ofício. Ela é integrante do Programa de Voluntariado do Centro de Pastoral e Solidariedade da PUCRS (CPS).

Para participar, os interessados podem agendar uma entrevista pelo e-mail voluntariado@pucrs.br, presencialmente no CPS, sala 101 do prédio 17 do Campus (avenida Ipiranga, 6681 – Porto Alegre), ou pelo telefone (51) 3320-3576. As inscrições ficam abertas até o dia 10 de maio. O pré-requisito para integrar o programa é ser aluno, diplomado, professor ou técnico administrativo da Universidade. Também podem participar familiares dos grupos citados. Atualmente, o projeto tem em torno de 160 voluntários e atende mais de 40 entidades, internas e externas. Segundo Tania, o objetivo do Programa é o fomento à cultura da solidariedade. “É uma forma de alargar os horizontes”, afirma ela.

COMO COMEÇAR

Na entrevista inicial, os candidatos são questionados sobre suas motivações e áreas de interesse. Além disso, escolhem três entidades para conhecer antes de definir em qual delas vão trabalhar. Em um segundo momento, entram em contato com os responsáveis pelas instituições e agendam visitas. Depois de conhecerem as três entidades, escolhem o local para atuar. O passo seguinte é voltar ao CPS e preencher um termo de adesão e uma carta de encaminhamento. Eles devem visitar a entidade uma vez por semana, por no mínimo duas horas. O trabalho nas instituições que o Programa atende abrange diversas áreas. Podem envolver desde contato direto com o público, até atividades de administração, contabilidade e captação de recursos (doações).

Quatro vezes ao ano são promovidos Encontros de Formação para a troca de experiências. “Os comentários que mais ouvimos tratam da vontade de ajudar o outro e, por isso, esses encontros são importantes”, salienta a agente de pastoral. Para ela, o voluntariado é uma oportunidade de crescimento, de reflexão, de maturidade e de construção de consciência cidadã. “Mostra o quanto estamos comprometidos com o outro”, complementa.

PALAVRA DE VOLUNTÁRIO

Pascal SchmidtO alemão Pascal Schmidt, de 22 anos, estuda Antropologia das Américas, Romanística e Filosofia na Universidade de Bonn, da Alemanha. Ele está na PUCRS por meio do Programa de Mobilidade Acadêmica, complementando a sua formação em disciplinas como política e teologia. O estudante conheceu o Programa de Voluntariado em um evento e optou por participar. A primeira atividade de Schmidt foi dar aulas de espanhol na Pequena Casa da Criança. Agora, em 2016, ele se prepara para atuar no Hospital São Lucas da PUCRS, acompanhando pacientes.

Após ser voluntário, aprendeu que os gestos mais simples podem mudar realidades. Em primeiro lugar, revela, é necessário fazer um exame de consciência, e ter curiosidade com o desconhecido. Depois, entender que é essencial ser responsável e ter compromisso social.

Sobre sua experiência na Pequena Casa da Criança, ele relembra momentos marcantes, como o sorriso das crianças e a gratidão delas. “Sou eu quem agradeço a Deus pela oportunidade de ser útil na vida dos outros e poder trocar conhecimento com eles”, explica. Schmidt acredita que, em um mundo cheio de incertezas, é necessário manter os pés no chão e aprender a maior virtude da vida: ser humano.

X

Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/storage/0/35/e0/fijo/public_html/site/public/inc/rodape.php on line 8